Directly go to the content
Eliquis

Eliquis

Eliquis é um medicamento anticoagulante. A substância ativa apixabano inibe a formação de coágulos sanguíneos, ajudando a reduzir o risco de trombose. 

O que é Eliquis? 

O anticoagulante Eliquis contém a substância ativa apixabano. Este fármaco bloqueia a ação de uma proteína de coagulação (fator de coagulação Xa) no sangue, ajudando assim a inibir a formação de coágulos sanguíneos.  

Eliquis pertence ao grupo dos ‘anticoagulantes diretos’, o que significa que o fármaco tem efeito imediato. O efeito anticoagulante de Eliquis tem uma duração de cerca de doze horas. Os pacientes que tomam este tipo de medicamentos, não necessitam de ser monitorizados pelos serviços de controle da trombose (tal como é o caso com outros medicamentos anticoagulantes). 

 

Quando deve ser utilizado Eliquis? 

Os coágulos sanguíneos podem surgir nas paredes dos vasos sanguíneos e podem constituir um perigo, pois caso se soltem podem bloquear um vaso sanguíneo noutras partes do corpo e dar origem a trombose, um acidente vascular cerebral ou uma embolia pulmonar.  

As pessoas com maior risco de formação de coágulos sanguíneos são frequentemente tratadas com um medicamento anticoagulante, como Eliquis, para diminuir a probabilidade de coagulação do sangue. Eliquis é prescrito nas seguintes situações, entre outras: 

  • Em caso de cirurgia à anca ou ao joelho, para prevenção de trombose; 
  • Para prevenção de enfarte ou hemorragia cerebral (acidente vascular cerebral) na fibrilhação auricular (perturbação do ritmo cardíaco); 
  • No tratamento da trombose ou embolia pulmonar e/ou na prevenção de recorrência. 

 

Como deve ser utilizado Eliquis? 

Um médico ou farmacêutico poderá informá-lo sobre a utilização deste medicamento. As orientações gerais para a utilização de Eliquis são as seguintes: 

  • Tome o(s) comprimido(s) de preferência sempre à mesma hora. para evitar o esquecimento de qualquer dose. Isto é importante porque a atuação deste tipo de anticoagulante desaparece rapidamente. 
  • Normalmente deve tomar o medicamento duas vezes por dia. Divida bem os momentos de toma ao longo do dia para que a ingestão da substância ativa seja uniforme. Tome o comprimido por exemplo de manhã e à noite. 
  • O medicamento pode ser tomado com ou sem alimentos. 
  • Deve deglutir o comprimido por inteiro com líquido. Se sofrer de problemas de deglutição poderá esmagar o comprimido e tomá-lo com um pouco de puré de maçã ou dissolvê-lo previamente em água e beber de imediato. 
  • Em caso de esquecimento de uma dose: se se aperceber disso no próprio dia, deve tomar o comprimido na mesma, mesmo que sejam quase horas de tomar a dose seguinte. Se se lembrar apenas no dia seguinte, salte a dose esquecida e continue depois com o esquema de toma normal. 

No folheto informativo, encontrará mais informações sobre a utilização de Eliquis. 

 

O medicamento está disponível em que dosagens? 

Eliquis está disponível sob a forma de comprimidos de 2,5 mg e 5 mg. A dosagem indicada para cada caso e a duração do tratamento são definidas pelo médico. As diretrizes gerais de dosagem de Eliquis são as seguintes: 

  • Adultos:  

Dependendo do problema a tratar: 1 a 2 cápsulas com a dosagem prescrita duas vezes ao dia. 

O médico poderá alterar a dosagem após algum tempo. Este fármaco não é indicado para pessoas com menos de 18 anos de idade. 

No folheto informativo, encontrará mais informações sobre a dosagem de Eliquis. 

 

Quais são os efeitos secundários de Eliquis? 

Durante o tratamento com Eliquis podem ocorrer efeitos secundários, embora isso nem sempre aconteça. Os efeitos secundários deste medicamento incluem: 

  • Hemorragia, por exemplo no trato gastrointestinal ou hemorragia ocular. Consulte um médico se observar sintomas como sangue nas fezes ou na urina, hemorragia ocular, hemorragia vaginal, ou se tossir ou vomitar sangue ou se tiver outro tipo de hemorragias;  
  • Perturbações gastrointestinais. Consulte um médico se estes sintomas persistirem; 
  • Anemia; 
  • Tensão arterial baixa; 

No folheto informativo poderá consultar um resumo completo de todos os efeitos secundários possíveis. Consulte um médico se observar algum destes ou outros efeitos secundários. 

 

Quando não se deve usar Eliquis? 

Este anticoagulante não é indicado para todos. Por exemplo, não tome Eliquis nas seguintes situações: 

  • Em caso de hipersensibilidade à substância ativa apixabano ou a qualquer um dos excipientes do medicamento; 
  • Se sofrer de hemorragias graves ou tiver tendência para tal (devido a, por exemplo, a algum tipo de doença hepática, aneurisma, úlcera gastrointestinal ou se tiver sofrido uma hemorragia cerebral recentemente); 
  • Se tomar outros medicamentos anticoagulantes (a menos que esteja em transição desse medicamento para Eliquis); 
  • Se estiver grávida ou a amamentar. 

Em alguns casos, deve ter cuidados adicionais ao tomar Eliquis. Por exemplo, se: 

  • Sofrer de qualquer patologia hematológica; 
  • Sofrer de tensão arterial muito elevada; 
  • Tiver mais de 75 anos de idade; 
  • Pesar menos de 60 quilos; 
  • Sofrer de doença renal grave ou se fizer diálise; 
  • Sofrer ou tiver sofrido de doença hepática; 
  • Tiver uma válvula cardíaca artificial; 
  • Tiver de ser submetido a uma cirurgia. 

No folheto informativo, encontrará mais avisos sobre a utilização de Eliquis. Consulte um médico se alguma destas advertências se aplicar a si ou se não tiver a certeza que este medicamento é adequado para si. 

 

Eliquis pode ser usado em combinação com outros medicamentos? 

Toma outros medicamentos? Estes podem ter interações farmacológicas com Eliquis. Isto aplica-se, entre outros, aos seguintes medicamentos: 

  • Medicamentos que afetam a coagulação do sangue, como a aspirina (ácido acetilsalicílico), fenprocumom e acenocoumarol; 
  • Analgésicos anti-inflamatórios (AINEs), como o diclofenac e celecoxib; 
  • Alguns fármacos para o tratamento da epilepsia; 
  • Alguns antidepressivos; 
  • Alguns fármacos para o tratamento da hipertensão; 
  • Alguns fármacos para o tratamento do VIH e da SIDA; 
  • Alguns fármacos antifúngicos (como o ketokonazol). 

No folheto informativo poderá ver um resumo completo de todos os medicamentos que poderão ter interações farmacológicas com Eliquis. O médico poderá informá-lo se pode combinar os seus medicamentos com Eliquis. 

 

Onde posso comprar Eliquis? 

Eliquis está disponível apenas em farmácias (online).  

 

Posso comprar Eliquis sem receita médica? 

Este medicamento está sujeito a receita médica. Por isso necessitará de uma receita de um médico para encomendar Eliquis. 

 

Referência da fonte 

 

Instituto neerlandês do coração. (sem data). Tudo sobre anticoagulantes. Instituto do coração. Consultado a 16 de junho de 2021, em https://www.hartstichting.nl/hart-en-vaatziekten/behandelingen/medicijnen/antistollingsmedicijnen 

KNMP. (2020, 20 de julho). Eliquis. Apotheek.nl. https://www.apotheek.nl/medicijnen/apixaban?product=eliquis 

Pharma.be. (2021, 15 de abril). Eliquis. E-compendium. https://www.e-compendium.be/nl/bijsluiters/patient/3497 

Serviço de trombose de Leiden. (2017, 4 de dezembro). Novos medicamentos anticoagulantes. Trombosedienst-leiden.nl. https://trombosedienst-leiden.nl/trombose-3/trombose/antistolling/nieuwe-antistollingsmedicijnen/