Há quase 20 anos a fornecer serviços fiáveis
Entregas rápidas e sem complicações ao domicílio
Profissionalidade e experiência

Kliofem ( Kliogest )

O que é Kliofem ( Kliogest) ?

Kliofem é um medicamento de terapia de reposição hormonal (THS) para alívio dos sintomas da menopausa em mulheres que não menstruam naturalmente há pelo menos um ano. Kliofem é uma THS contínua, o que significa que não existe interrupção no tratamento para permitir hemorragia mensal. Deverá definir a duração do tratamento juntamente com o seu médico, uma vez que a terapia de reposição hormonal deve ser feita com a dose mais baixa e durante o menor tempo possível para aliviar os sintomas.

Kliofem contém dois tipos de hormonas: estradiol, que é um estrogénio idêntico ao produzido pelos ovários e atua para combater a diminuição de estrogénio quando os ovários deixam de produzir óvulos, e acetato de noretisterona, que é um progestagénio que atua de forma semelhante à hormona progesterona do próprio organismo, ajudando a prevenir problemas como o espessamento da parede do útero associado à THS com estrogénio.

Quando deve ser usado Kliofem ( Kliogest) ?

Kliofem THS é usado por mulheres que não menstruam naturalmente há pelo menos um ano para aliviar os sintomas da menopausa, como por exemplo:

  • Afrontamentos;
  • Suores noturnos;
  • Dores de cabeça;
  • Alterações de humor;
  • Ansiedade;
  • Infeções frequentes das vias urinárias;
  • Dificuldade em dormir;
  • Palpitações;
  • Perda de massa muscular;
  • Menor desejo sexual;
  • Secura vaginal;
  • Dores ou rigidez das articulações;
  • Debilidade óssea, osteoporose.

Kliofem apenas será receitado se estes sintomas afetarem seriamente a sua capacidade de praticar uma vida normal.

Kliofem também é usado para ajudar a prevenir a osteoporose em casos de maior risco de fraturas, se outros medicamentos não forem adequados.

Como tomar Kliofem ( Kliogest) ?

Deve sempre seguir as instruções do seu médico ou farmacêutico quando tomar medicamentos. Kliofem THS é tomado em comprimido. Comece a tomar os comprimidos de Kliofem em qualquer dia, a menos que esteja a passar de uma THS que implique hemorragia mensal; nesse caso, comece a tomar Kliofem THS no dia em que a hemorragia mensal terminar. Engula o comprimido de Kliofem inteiro com um copo de água e tente tomar o comprimido à mesma hora todos os dias.

Dosagens

Os comprimidos de Kliofem contêm 2 mg de estradiol e 1 mg de acetato de noretisterona. Tome um comprimido por dia. Kliofem apresenta-se numa embalagem com calendário para ajudá-la a não se esquecer de tomar o medicamento. Sempre que tirar um comprimido, deve girar o botão para o próximo comprimido. No caso de se ter esquecido de tomar uma dose de Kliofem, tome-a assim que se lembrar, a menos que sejam horas de tomar a dose seguinte. Nesse caso, ignore a dose esquecida e siga depois com o esquema normal. Nunca tome uma dose a dobrar para compensar a dose que se esqueceu de tomar.

Efeitos secundários de Kliofem

Tal como acontece com todos os medicamentos, Kliofem THS também pode provocar efeitos secundários, embora nem todas as utilizadoras os observem. Existem algumas doenças que são reportadas com mais frequência em mulheres que fazem THS em comparação com mulheres que não a fazem, incluindo:

  • Cancro da mama;
  • Crescimento anormal ou cancro do endométrio;
  • Cancro do ovário;
  • Coágulos sanguíneos nas veias das pernas ou nos pulmões;
  • Perda de memória (demência);
  • Cardiopatia;
  • Acidente vascular cerebral.

Existe também risco de uma reação alérgica, embora isso seja pouco comum. Esteja atenta aos seguintes sinais:

  • Comichão, erupções cutâneas, urticária;
  • Falta de ar;
  • Inchaço da face, lábios e garganta;
  • Sensação de tontura;
  • Suores.

Se suspeitar uma reação alérgica, pare de tomar o medicamento e procure assistência médica de imediato.

Efeitos secundários muito frequentes (afetam mais de 1 pessoa em cada 10)

  • Dores ou sensibilidade nos seios;
  • Hemorragia vaginal.

Efeitos secundários frequentes (afetam 1 a 10 pessoas em cada 100)

  • Dores de cabeça;
  • Enxaqueca, nova ou agravada;
  • Inflamação vaginal;
  • Infeção vaginal;
  • Depressão, nova ou agravada;
  • Dores lombares;
  • Náuseas;
  • Aumento de peso causada por retenção de fluidos;
  • Inchaço dos braços e das pernas;
  • Seios aumentados ou inchados;
  • Dores lombares;
  • Agravamento, ocorrência ou recorrência de miomas uterinos;
  • Dor abdominal;

Efeitos secundários pouco frequentes (afetam 1 a 10 pessoas em cada 1000)

  • Inchaço, flatulência;
  • Acne;
  • Queda de cabelo;
  • Inflamação de uma veia;
  • Comichão ou urticária;
  • Reação alérgica;
  • Nervosismo;
  • Ineficácia do fármaco.

Efeitos secundários raros (afetam 1 a 10 pessoas em cada 10.000)

  • Coágulos de sangue nos vasos sanguíneos das pernas ou pulmões.

Efeitos secundários muito raros (afetam menos de 1 pessoa em cada 10.000)

  • Cancro da parede do útero;
  • Espessamento excessivo da parede do útero;
  • Doença da vesícula biliar, cálculos biliares;
  • Aumento da tensão arterial;
  • Agravamento da tensão arterial elevada;
  • Edema agudo ou recorrente;
  • Vómitos;
  • Ataque cardíaco e acidente vascular cerebral;
  • Azia;
  • Distúrbios visuais;
  • Perda de peso;
  • Alteração do desejo sexual;
  • Insónia, tonturas, ansiedade.

Outros efeitos secundários da THS combinada incluem:

  • Afeções da vesícula biliar;
  • Olhos secos;
  • Diversos problemas da pele como:
  • Descolorações vermelhas ou roxas na pele e/ou olhos, nariz, boca;
  • Nódulos avermelhados e dolorosos na pele;
  • Descoloração da pele, especialmente no rosto ou pescoço;
  • Erupção cutânea com vermelhidão ou feridas em forma de alvo.

Quando não se deve usar Kliofem ( Kliogest) ?

Não deve tomar Kliofem se sofrer de algumas das patologias seguintes (se não tiver a certeza, consulte um médico):

  • Se tem ou teve cancro sensível a estrogénio, como o cancro do útero;
  • Se tem ou já teve cancro da mama;
  • Se tem espessamento excessivo da parede do útero;
  • Se tem hemorragias vaginais de origem desconhecida;
  • Se tem ou já teve doença causada por coágulos sanguíneos nas artérias, como ataque cardíaco, acidente vascular cerebral ou angina;
  • Se tem ou já teve problemas de coagulação do sangue;
  • Se tem ou já teve doença hepática;
  • Se tem ou já teve problemas de coagulação do sangue nas veias, nas pernas ou nos pulmões;
  • Se tem uma doença sanguínea rara chamada porfíria;
  • Se for alérgica ao estradiol, acetato de noretisterona ou a qualquer um dos ingredientes indicados no folheto informativo.

Se alguma das situações acima surgir pela primeira vez enquanto estiver a tomar este medicamento, pare de o tomar e consulte imediatamente o seu médico.

Se notar algum dos seguintes sintomas enquanto estiver a tomar Kliofem THS, pare de tomar o medicamento e contacte o seu médico de imediato:

  • Amarelecimento da pele ou da parte branca dos olhos (o que pode indicar doença hepática);
  • Grande aumento da tensão arterial;
  • Dores de cabeça tipo enxaqueca que ocorrem pela primeira vez;
  • Sinais de um coágulo sanguíneo, por exemplo, inchaço doloroso e vermelhidão das pernas, dor súbita no peito, dificuldade em respirar;
  • Se engravidar.

Não deve tomar Kliofem THS se estiver grávida ou a amamentar. Este medicamento destina-se apenas a mulheres na pós-menopausa.

Se teve algum dos seguintes sintomas antes de iniciar o tratamento com Kliofem, deve informar o seu médico, uma vez que estes podem regressar ou piorar durante o tratamento, o que significa que necessita de efetuar exames regulares:

  • Hipertensão;
  • Fibromiomas uterinos;
  • Crescimento anormal da mucosa do útero ou endometriose;
  • Risco mais elevado de coágulos sanguíneos;
  • Enxaquecas e dores de cabeça graves;
  • Aumento do risco de cancro sensível ao estrogénio;
  • Disfunções hepáticas;
  • Cálculos biliares;
  • Diabetes;
  • Doença do sistema imunológico que afeta muito órgãos do organismo;
  • Aumento do nível de gordura no sangue;
  • Retenção de líquidos devido a problemas cardíacos ou renais;
  • Asma;
  • Epilepsia;
  • Doença que afeta o tímpano e a audição;
  • Intolerância à lactose.

Kliofem interage com outros medicamentos?

Mencione sempre ao seu médico ou farmacêutico qualquer medicamento que esteja a tomar, uma vez que alguns medicamentos podem interferir com Kliofem ou vice-versa. Isso pode causar hemorragias irregulares, entre outros problemas. Embora esta não seja uma lista exaustiva, deve ter cuidado especial com medicamentos para tratamento de:

  • Tuberculose;
  • Epilepsia;
  • VIH;
  • Hepatite C;
  • Medicamentos à base de plantas com hipericão;
  • Medicamentos com cetoconazol (um fungicida).

Kliofem THS pode ter impacto no tratamento concomitante com ciclosporina.

Onde posso adquirir Kliofem ( Kliogest) THS?

Poderá adquirir Kliofem THS em qualquer farmácia, parafarmácia, ou encomendar online recebendo o produto diretamente em sua casa ou escritório.

É possível comprar Kliofem THS sem receita médica?

Não, não é possível comprar Kliofem THS sem receita médica. As terapias de reposição hormonal são cuidadosamente monitoradas e são prescritas apenas para mulheres cujo funcionamento diário é seriamente afetado pelos sintomas da menopausa. Deve consultar um médico online ou pessoalmente para discutir os seus sintomas e o historial médico da sua família para decidir se Kliofem THS é o mais indicado para si, bem como a duração do tratamento. Necessitará também de fazer exames regulares durante todo o tratamento, incluindo acompanhamento da tensão arterial e do peso. Escolher a terapia de reposição hormonal mais adequada pode ser um processo de tentativa e erro para verificar como o seu organismo reage.

Fontes

NHS UK (2019). Terapia de reposição hormonal (THS) – Efeitos secundários. [online] nhs.uk. Disponível em: https://www.nhs.uk/conditions/hormone-replacement-therapy-hrt/side-effects/ [acedido a 8 jan 2020].

Novo Nordisk A/S (2016). [online] Medicines.org.uk. Disponível em: https://www.medicines.org.uk/emc/files/pil.1045.pdf [acedido a 8 jan 2020].

Payne, J. (2017). Menopausa | Sintomas e Tratamento. [online] Patient.info. Disponível em: https://https://patient.info/doctor/hormone-replacement-therapy-including-benefits-and-risks [acedido a 8 jan 2020].

Willacy, H. (2018). Terapia De Reposição Hormonal (Riscos e benefícios). THS. [online] Patient.info. Disponível em: https://https://patient.info/doctor/hormone-replacement-therapy-including-benefits-and-risks [acedido a 8 jan 2020].

Folheto(s) para o paciente

Médicos colaboradores

Conheça a nossa rede de médicos e farmácias registadas na Europa e o nosso Conselho Médico Consultivo independente. Uma vez que temos acesso ao conhecimento médico adequado, podemos servi-lo com segurança e responsabilidade.

Dr. E. Tanase

Médico de clínica geral

Dr. H.K. Benkert

Médico de clínica geral

Dr. P. Mester

Médico de clínica geral
Voltar para o início