Há quase 20 anos a fornecer serviços fiáveis
Entregas rápidas e sem complicações ao domicílio
Profissionalidade e experiência

Tramadol

  • Analgésico opiáceo (tipo morfina)
  • Alívio da dor moderada a intensa
  • Não consumir álcool
  • Não aconselhável durante a gravidez e amamentação

Sobre Tramadol

O tramadol é um analgésico semelhante à morfina. O ingrediente ativo tramadol reduz os estímulos de dor no sistema nervoso central e alivia a dor moderada a intensa. Tramadol é receitado quando os analgésicos menos fortes (como paracetamol ou analgésicos anti-inflamatórios) não tiverem o efeito desejado.

Utilização

Tramadol está disponível em diversas variantes, por exemplo sob a forma de cápsula ou sob a forma de comprimido de libertação prolongada (“Retard”). Tome a cápsula ou o comprimido Retard sem mastigar. Tramadol pode ser tomado com ou sem alimentos. Tome sempre este medicamento durante o menor tempo possível com a dose mais baixa possível.

Posologia

A dosagem depende dos seus sintomas e é determinada por um médico. As orientações gerais de dosagem são as seguintes:

  • Adultos e jovens a partir dos 12 anos: 50 mg a 100 mg a cada 4-6 horas, dependendo da gravidade da dor. Em geral, não deve tomar mais de 400 mg por dia.

Nesta dosagem, tramadol não é indicado para crianças com menos de 12 anos de idade.

Álcool/condução

Tramadol pode provocar efeitos secundários como inércia, tonturas e sonolência. Se sentir estes efeitos secundários não deve conduzir. Não conduza até saber como este medicamento o afeta. No folheto informativo, encontrará mais informações sobre este assunto. Em caso de dúvida, consulte um médico.

O álcool pode aumentar ou desencadear os efeitos secundários de tramadol. Não beba álcool enquanto estiver a tomar este medicamento.

Dose em excesso/dose esquecida/parar de tomar Tramadol

Tomou mais comprimidos do que o seu médico receitou? Nesse caso consulte um médico ou farmacêutico. Poderá ter sintomas como vómitos, queda da tensão arterial, ritmo cardíaco acelerado, colapso, desmaios ou até coma, convulsões e problemas respiratórios.

Esqueceu-se de uma dose de tramadol? Se não tiver passado muito tempo, poderá ainda tomar o medicamento. Se forem quase horas de tomar a dose seguinte, ignore a dose esquecida. Nunca tome uma dose dupla de tramadol para compensar a dose que se esqueceu de tomar.

Deseja parar de tomar tramadol e já usa este analgésico há muito tempo? Consulte o seu médico previamente. Poderá sentir efeitos secundários ao interromper este medicamento.

Quando não se deve utilizar o medicamento

Tramadol não é indicado para todos. Não utilize este medicamento nas seguintes situações:

  • Se tiver hipersensibilidade ao tramadol ou a qualquer um dos excipientes utilizados (ver rubrica “Composição”);
  • Se sofre de epilepsia que não está controlada;
  • Se consome álcool, comprimidos para dormir ou outros (medicamentos) que afetam o sistema nervoso central;
  • Se está a tomar ou tomou medicamentos do tipo IMAO nas últimas duas semanas.

Tramadol não pretende ser um substituto para a retirada de drogas.

Quando deve ter cuidados adicionais com este fármaco?

Deve ter cuidado com o uso de tramadol nas seguintes situações:

  • Se teve recentemente ferimentos na cabeça ou aumento de pressão na cabeça (por exemplo, após um acidente);
  • Se sofrer de distúrbios dos rins ou do fígado;
  • Se sofrer de distúrbios respiratórios;
  • Se sofrer de epilepsia ou convulsões, o risco de ter convulsões pode aumentar;
  • Se tiver dependência de opiáceos;
  • Se estiver em estado de choque (o suor frio pode ser um sinal disto).

Atenção: Tramadol pode levar à dependência física e psicológica. Quando tomado durante muito tempo, o efeito de tramadol pode diminuir, pelo que terão de ser tomadas doses mais altas (desenvolvimento de tolerância).

No folheto informativo, encontrará mais informações sobre estas advertências.

Gravidez e amamentação

Consulte um médico se estiver grávida ou a amamentar. Geralmente, a utilização de tramadol é desaconselhada se estiver grávida e/ou a amamentar.

Toma outros medicamentos?

Informe o seu médico se estiver a tomar (ou tiver tomado) outros medicamentos ou os for tomar em breve. Isto mesmo quando se trate de remédios fitoterápicos ou medicamentos disponíveis sem receita médica.

Não tome tramadol em simultâneo com inibidores da monoaminoxidase (IMAOs; medicamentos para tratar, por exemplo, a depressão), ou se tiver tomado IMAOs nas últimas duas semanas.

O efeito analgésico do tramadol pode ser reduzido e/ou encurtado se tomar também os seguintes medicamentos:

  • Carbamazepina (para tratamento da epilepsia);
  • Pentazocina, nalbufina ou buprenorfina (analgésicos);
  • Ondansetron (para tratamento de náuseas).

O risco de efeitos secundários aumenta se tomar este medicamento em simultâneo:

  • Antidepressivos tricíclicos, antidepressivos ISRS e antipsicóticos; poderá existir risco aumentado de convulsões;
  • Sedativos, medicamentos para dormir, antidepressivos e outros analgésicos (morfina, codeína); poderá sentir-se extremamente sonolento ou ter sensação de desmaio;
  • Medicamentos que previnem a coagulação do sangue, como a varfarina; a dose destes medicamentos poderá ter de ser reduzida, caso contrário existe risco aumentado de hemorragia potencialmente grave.

Em alguns casos, os efeitos secundários dos antidepressivos SSRI agravam-se quando utilizados em simultâneo com tramadol. Isto pode levar à "síndrome da serotonina", com sintomas como confusão, agitação, diarreia, febre e suores. Consulte o seu médico se isto acontecer. Os sintomas normalmente diminuem quando o tratamento com os antidepressivos SSRI é descontinuado.

Efeitos secundários

Os medicamentos podem causar efeitos secundários, embora nem todos os utilizadores sofram dos mesmos. Tramadol poderá causar, entre outros, os seguintes efeitos secundários:

Muito frequentes (afetam mais de 1 em cada 10 utilizadores)

  • Náuseas;
  • Tonturas.

Frequentes (afetam 1 a 10 utilizadores em cada 100):

  • Dores de cabeça;
  • Confusão;
  • Vómitos;
  • Obstipação;
  • Boca seca;
  • Aumento da transpiração;
  • Cansaço, sonolência.

Pouco frequentes (podem afetar de 1 a 10 em cada 1000 utilizadores):

  • Palpitações, batimento cardíaco irregular;
  • Tensão arterial baixa (especialmente ao levantar);
  • Insuficiência cardíaca (colapso cardiovascular);
  • Vómitos, pressão no estômago, sensação de saciedade;
  • Comichão, erupção cutânea, eventualmente com prurido grave e formação de inchaços (pápulas ou urticária);
  • Diarreia.

No folheto informativo poderá ver um resumo de todos os efeitos secundários (incluindo os menos comuns). Consulte um médico se sentir efeitos secundários graves ou que não estejam listados no folheto informativo.

Composição

A substância ativa do Tramadol HCl Actavis Retard é o cloridrato de tramadol. 1 comprimido contém 100 mg, 150 mg ou 200 mg de cloridrato de tramadol.

Os excipientes deste medicamento são: hidrogenofosfato de cálcio diidratado (E341), hidroxipropilcelulose (E463), dióxido de silício anidro coloidal (E551) e estearato de magnésio (E470b).

A substância ativa do Tramadol HCl Actavis cápsulas 50 mg é o cloridrato de tramadol (50 mg por cápsula). Os outros componentes deste medicamento são: amido de milho pré-gelatinizado; celulose microcristalina; estearato de magnésio.

Composição do revestimento da cápsula: gelatina, carmim de índigo (E132), dióxido de titânio (E171), óxido de ferro amarelo (E172).

Composição da tinta de impressão (Opacode Black S-1-27794 / TekPrint SW-9007 preto): shellac, óxido de ferro preto (E172), propilenoglicol, hidróxido de potássio (apenas em TekPrint SW-9007 preto), amoníaco (apenas em TekPrint SW-9007 preto).

Tramadol Actavis é fabricado por:

Tramadol HCl Actavis Retard:
FAL B.V.
Dijkgraaf 30
6921 RL Duiven
Países Baixos

Tramadol HCl Actavis cápsulas 50 mg:
Actavis UK Ltd.
Whiddon Valley
Barnstaple
Devon EX32 8NS
Inglaterra

Balkanpharma Dupnitsa
3, Samokovsko Shosse Str.
2600 Dupnitsa
Bulgária

Folheto informativo

Antes de utilizar, leia o folheto informativo. Poderá descarregar aqui o folheto informativo oficial de Tramadol HCl Actavis Retard. Aqui, poderá encontrar o folheto informativo de Tramadol HCl Actavis cápsulas 50 mg

Revisto por:

Dr. Arco Verhoog, Farmacêutico Número de registo: BIG: 19065378617 Última verificação: 02-02-2023 | Ainda válido

Médicos colaboradores

Conheça a nossa rede de médicos e farmácias registadas na Europa e o nosso Conselho Médico Consultivo independente. Uma vez que temos acesso ao conhecimento médico adequado, podemos servi-lo com segurança e responsabilidade.

Dr. E. Tanase

Medicina de urgência

Dr. I. Malik

Medicina geral

Dr. P. Mester

Medicina interna
Voltar para o início