Zithromax

  • Tratamento para infeções bacterianas
  • Antibiótico
  • Concluir sempre o tratamento
  • Pode causar tonturas

Sobre Zithromax

Zithromax pertence a um grupo de medicamentos denominado antibióticos. Os antibióticos são utilizados para ajudar a combater infeções no organismo causadas por bactérias.

Zithromax é utilizado no tratamento de infeções:

  • nos órgãos respiratórios (traqueia e pulmões);
  • nos seios paranasais;
  • na garganta e amígdalas;
  • no ouvido médio;
  • na pele e tecidos subcutâneos (exceto infeções provocadas por queimaduras);
  • na uretra ou colo do útero causada pela bactéria Chlamydia trachomatis.

Utilização/atuação

Utilize sempre este medicamento exatamente como indicado pelo seu médico ou farmacêutico. Se tiver dúvidas sobre a utilização correta contacte o seu médico ou farmacêutico.

Posologia

  • Adultos e jovens com peso a partir de 45 kg A dosagem é geralmente 500 mg uma vez por dia. Geralmente é prescrito um tratamento com a duração de três dias. No entanto, o médico pode também prescrever uma dose diferente durante um período diferente.
    Para infeções do colo do útero e infeções da uretra, é prescrita uma dose única de 1000 mg. Os comprimidos devem ser engolidos de uma só vez.
    Para prevenção da chamada infeção por MAC (infeção do complexo intracelular Mycobacterium Avium) em pacientes infetados com HIV, a dose semanal é de 1200 mg, em toma única.
  • Idosos No caso dos idosos aplica-se a mesma dose que nos adultos.
  • Pacientes com doença hepática e renal Informe o seu médico se sofrer de doença hepática ou renal. Ele poderá ajustar a dosagem.
  • Crianças e jovens com idades inferiores a 18 anos As crianças e adolescentes a partir de 45 kg podem seguir a posologia dos adultos.
    Em crianças a partir de 1 ano, a dosagem é calculada por kg de peso corporal e por isso os comprimidos não são adequados. Existe uma suspensão que possibilita uma dosagem precisa por ml.

Administração

Deve tomar de uma só vez a sua dose diária de Zithromax. Os comprimidos podem ser tomados com ou sem alimentos, se necessário com água.

É muito importante que complete o tratamento prescrito, mesmo que já não tenha sintomas.

Condução de veículos

Zithromax pode causar tonturas e sonolência, pelo que deve ter cuidado na condução de automóveis ou ao trabalhar com máquinas.

Tomar Zithromax em excesso, a menos, ou parar de tomar Zithromax

Se tomar Zithromax em excesso poderá sentir náuseas, vómitos ou ter diarreia grave. Poderá também perder a audição, mas esta será recuperada quando o tratamento com Zithromax terminar.

Esqueceu-se de aplicar o medicamento? Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar. Se se esquecer de uma dose, tome-a assim que se lembrar. Tome a dose seguinte 24 horas mais tarde. Avise também o seu médico.

Não deixe simplesmente de tomar o medicamento. Se o tratamento prescrito não for completado na totalidade, existe a hipótese de a infeção regressar.

Quando não se deve utilizar o medicamento

Zithromax não é indicado para todos. Não utilize este medicamento nas seguintes situações:

  • Se for alérgico a uma das substâncias ativas do medicamento. Poderá encontrar estas substâncias na secção 'Composição';
  • Se for alérgico à eritromicina ou a qualquer antibiótico do grupo dos macrólidos ou quetólidos.

Quando deve ter cuidados adicionais com este fármaco?

Consulte um médico sobre a utilização de Zithromax nas seguintes situações:

  • Se tiver doença hepática;
  • Se sofrer de doença cardíaca (consulte o folheto para mais detalhes);
  • Se sofrer de myasthenia gravis (fraqueza muscular);
  • Se observar efeitos secundários graves enquanto estiver a tomar Zithromax (consulte o folheto informativo para mais detalhes).

Gravidez e amamentação

Se estiver grávida, só deve tomar Zithromax após consultar o seu médico.

Zithromax é possivelmente excretado no leite materno. Não foram observados efeitos secundários graves da azitromicina em lactentes. Consulte o seu médico antes de tomar Zithromax se estiver a amamentar.

Toma outros medicamentos?

Informe o seu médico ou farmacêutico se para além de Zithromax estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos ou se vai tomar outros medicamentos num futuro próximo. Nesse caso, informe o seu médico ou farmacêutico.

Zithromax pode interagir com diversos outros medicamentos, entre outros:

  • Agentes de ligação dos ácidos estomacais (antiácidos). Certifique-se que não toma estes medicamentos simultaneamente com Zithromax. Deve aguardar pelo menos duas horas entre a toma de Zithromax e do antiácido;
  • Ergotaminas (usadas no tratamento das enxaquecas). A utilização de Zithromax em combinação com ergotamina não é recomendada;
  • Digoxina (usada no tratamento de bombeamento insuficiente do coração);
  • Ciclosporina (usada em caso de transplantes de órgãos);
  • Colchicina (medicamento para o tratamento da gota, entre outros);
  • Anticoagulantes cumarínicos.

O médico poderá informá-lo se pode combinar os seus medicamentos com Zithromax. No folheto informativo, encontrará mais advertências sobre a administração de Zithromax.

Efeitos secundários

Tal como qualquer medicamento, este medicamento também pode causar efeitos secundários, embora nem todas as pessoas os observem.

Efeitos secundários muito frequentes (afetam mais de 1 em 10 pessoas):

  • Perturbações gastrointestinais (como náuseas, diarreia, dores abdominais, flatulência).

Efeitos secundários frequentes (afetam menos de 1 em 10 pessoas):

  • Falta de apetite;
  • Tonturas;
  • Dores de cabeça;
  • Sonolência;
  • Alterações de paladar;
  • Sensação de formigueiro, comichão ou ardor sem motivo;
  • Limitações da visão;
  • Surdez;
  • Vómitos, erucção (arrotar), azia;
  • Erupções cutâneas e comichão;
  • Dores nas articulações;
  • Cansaço;
  • Valores sanguíneos anormais (glóbulos vermelhos/brancos, nível de bicarbonato).

Efeitos secundários pouco frequentes (afetam menos de 1 em 100 pessoas):

  • Candidíase (infeção fúngica da vagina ou da boca);
  • Pneumonia;
  • Infeção bacteriana;
  • Infeção da garganta;
  • Inflamação do estômago e intestinos;
  • Distúrbios respiratórios;
  • Inflamação da mucosa nasal, caracterizada por congestão nasal, espirros e mucosidade;
  • Diminuição de certos glóbulos brancos que se manifesta no aumento da suscetibilidade a infeções;
  • Acumulação súbita de fluido na pele e nas membranas mucosas (por exemplo, garganta ou língua);
  • Dificuldade em respirar e/ou comichão e erupção cutânea, muitas vezes como reação alérgica;
  • Hipersensibilidade;
  • Nervosismo;
  • Insónia;
  • Distúrbios de audição;
  • Tonturas;
  • Zumbidos nos ouvidos;
  • Palpitações cardíacas;
  • Afrontamentos;
  • Dificuldade em respirar;
  • Hemorragia nasal;
  • Obstipação;
  • Gastrite;
  • Problemas de deglutição;
  • Inchaço do abdômen;
  • Boca seca.

Podem ocorrer outros efeitos secundários. No folheto informativo poderá ver um resumo completo de todos os efeitos secundários possíveis. Consulte um médico se observar efeitos secundários, mesmo que não estejam listados no folheto informativo.

Composição

A substância ativa deste fármaco é o dihidrato de azitromicina.

Zithromax 250: 250 mg de azitromicina anidra por comprimido;
Zithromax 500: 500 mg de azitromicina anidra por comprimido.
Os outros componentes deste medicamento são: amido pré-gelatinizado, bifosfato de cálcio anidro, croscarmelose sódica, estearato de magnésio e laurilsulfato de sódio.

Os comprimidos são revestidos de hidroxipropilmetilcelulose, lactose, triacetina e dióxido de titânio (E171).

Zithromax é fabricado por:

Haupt Pharma Latina S.r.l.
Itália

Folheto informativo

Antes de utilizar, leia o folheto informativo. Poderá descarregar aqui o folheto informativo oficial de Zithromax.

Voltar para o início