Testosterona

Nos homens, a queda na produção de hormonas sexuais é muito mais gradual do que nas mulheres, desenvolvendo-se ao longo de décadas e não de meses ou anos. Podem ocorrer alterações mentais e físicas, mas são muito mais subtis no início e podem facilmente passar despercebidas.

Como tal, o termo “menopausa masculina”, ou andropausa, provavelmente não é muito preciso. Em vez disso, os peritos preferem falar de “deficiência androgénica parcial no envelhecimento masculino” (em inglês: “partial androgen deficiency of the ageing male”, ou PADAM)

A produção de testosterona (o principal esteroide sexual determinante masculino) decai de forma gradual e progressiva a partir dos 40 anos. Outras hormonas que também são afetadas, incluindo a hormona de crescimento, o fator de crescimento semelhante à insulina (IGF-1), a hormona paratiroide e a hormona estimuladora de melanócitos. A importância destas alterações não está ainda bem compreendida.

Os sintomas de PADAM são numerosos e inespecíficos, pelo que não é um quadro clínico de diagnóstico fácil. Inclui problemas de vários tipos:

Circulação e sistema nervoso: afrontamentos, suores, insónia, nervosismo.

Humos e função cognitiva (função mental superior): irritabilidade e cansaço, diminuição da sensação de bem-estar
falta de motivação, baixa energia mental, dificuldade na memória de curto prazo, depressão, autoestima baixa,
assustar-se facilmente.

Masculinidade e virilidade: diminuição do vigor e da energia física, diminuição da força muscular.

Sexualidade: diminuição do interesse ou desejo sexual, menos atividade sexual, ereções inadequadas, redução da qualidade do orgasmo
fraqueza na ejaculação, volume reduzido de fluido ejaculado.

As características físicas incluem: diminuição da massa muscular, perda dos pelos corporais, obesidade abdominal.

Mostrar mais

Medicamentos apenas com receita

Produto(s) de parafarmácia nesta categoria