Menu

Carvedilol

Carvedilol é a substância ativa atribuída ao grupo dos bloqueadores beta. Trata-se de um bloqueador dos recetores beta-adrenérgicos e dos recetores alfa-adrenérgicos. Funciona impedindo que os neurotransmissores de adrenalina e de norepinefrina se liguem aos alfa adrenocetores. Isto provoca a vasodilatação dos vasos sanguíneos e reduz a tensão arterial. Além disso, melhora o fluxo sanguíneo para os vasos sanguíneos mais estreitos, o que permite aliviar o coração no seu todo. O ingrediente ativo liga-se aos recetores beta, o que permite também reduzir a produção da hormona renina nos rins, responsável pelo aumento da tensão arterial.

O que é Carvedilol?

Carvedilol é a substância ativa atribuída ao grupo dos bloqueadores beta. Trata-se de um bloqueador dos recetores beta-adrenérgicos e dos recetores alfa-adrenérgicos. Funciona impedindo que os neurotransmissores de adrenalina e de norepinefrina se liguem aos alfa adrenocetores. Isto provoca a vasodilatação dos vasos sanguíneos e reduz a tensão arterial. Além disso, melhora o fluxo sanguíneo para os vasos sanguíneos mais estreitos, o que permite aliviar o coração no seu todo. O ingrediente ativo liga-se aos recetores beta, o que permite também reduzir a produção da hormona renina nos rins, responsável pelo aumento da tensão arterial.

Para que é utilizado o medicamento?

O ingrediente ativo é usado para o tratamento de doenças cardiovasculares, incluindo:

  • Hipertensão essencial (hipertensão arterial sem causa conhecida)
  • Doença cardíaca crónica (angina pectoris)
  • O medicamento é utilizado em combinação com outros medicamentos para o tratamento da insuficiência cardíaca crónica. Carvedilol é um medicamento de receita obrigatória. Através de Dokteronline.com, os pacientes podem obter uma receita válida emitida por médicos independentes. A indicação para a receita é verificada previamente, com base num questionário médico. Se necessário, o médico encaminha a receita para uma farmácia, para que os pacientes possam ter o produto desejado entregue em sua casa dentro de um prazo muito curto.

Como tomar Carvedilol

Carvedilol é tomado sob a forma de comprimidos. O tratamento é gradual. Os pacientes devem tomar o medicamento de manhã e à noite com as refeições. No final do tratamento, a dosagem do ingrediente ativo é gradualmente reduzida. Carvedilol é usado a longo prazo.

Dosagem

Os comprimidos de Carvedilol estão disponíveis nas seguintes dosagens: 3,125 mg, 6,25 mg, 12,5 mg, 25 mg e 50 mg. Existem várias dosagens para que o ingrediente ativo possa ser gradualmente aumentado; assim a terapia pode começar com uma dosagem baixa. A dose diária máxima é de 50 a 100 mg, dependendo dos sintomas e do peso do paciente. Para o tratamento da hipotensão, os pacientes devem tomar uma dose de 12,5 mg nos dois primeiros dias. Em caso de efeito insuficiente e no caso de tratamento de angina pectoris, recomenda-se a administração de 25 mg de manhã e à noite. Em casos de insuficiência cardíaca, a dose diária inicial deve ser de 3,125 mg, de manhã e à noite. Se o paciente reagir bem à dose inicial, a dose diária é gradualmente aumentada de duas em duas semanas. A dose máxima para pessoas com peso inferior a 85 kg é de 50 mg. Para pacientes com peso superior a 85 kg, a dose máxima é de 100 mg/dia.

Efeitos secundários

Os efeitos secundários ocorrem sobretudo no início da terapia. Os pacientes normalmente notam os seguintes efeitos secundários:

  • Queda súbita da tensão arterial
  • Tonturas
  • Fadiga
  • Dores de cabeça
  • Problemas do trato gastrointestinal, como náuseas ou diarreia

Os efeitos secundários variam de acordo com a indicação e a dosagem administrada. No folheto de instruções encontrará informações detalhadas para cada indicação.

Não deve tomar este medicamento se:

Carvedilol não deve ser administrado em determinadas circunstâncias. As contraindicações absolutas incluem:

  • Incompatibilidade com a substância ativa
  • Insuficiência cardíaca
  • Embolia pulmonar aguda
  • Asma brônquica
  • Variante especial de angina pectoris (angina de Prinzmetal)
  • Coração pulmonar (cor pulmonale)
  • Tumores produtores de hormonas da medula adrenal
  • Disfunção hepática
  • Distúrbios de condução cardíaca
  • Doença cardíaca inflamatória aguda
  • Defeitos específicos da válvula cardíaca

No folheto informativo encontrará informações mais completas sobre as possíveis interações.

Gravidez (se aplicável) / condução / álcool

Carvedilol não deve ser tomado durante a gravidez e se estiver a amamentar. Uma vez que o medicamento pode afetar a capacidade de reagir e de conduzir devido aos efeitos secundários, os pacientes devem evitar conduzir veículos e máquinas. Os pacientes não devem consumir álcool durante o tratamento, uma vez que isso pode aumentar os efeitos do medicamento.

Voltar para o início